7 de abril de 2016

Vídeo do show de 1986 no Palmeiras (Metal IV.)


Tocar no Salão de Festas da Sociedade Esportiva Palmeiras, era super importante para A CHAVE DO SOL, pois o  ginásio do Palmeiras "...tinha longa tradição em realizar shows de Rock; MPB; e festivais, há décadas. Até a Soul Music tinha tradição ali...", além de artistas internacionais e nacionais de destaque, como TIM MAIA e RAUL SEIXAS. Tal show, o Metal 4, realizado em 03 de maio de 1986, junto com o SALÁRIO MÍNIMO, ABUTRE e CENTÚRIAS, foi produzido por dois jovens que ainda prometiam que realizariam video-clips das referidas bandas.
A CHAVE DO SOL chegou a filmar um promo de "Saudade", porém o mesmo nunca ficou pronto.

Essa gravação fragmentada, a chamada "copião" (sem edição) e de uma câmera só ficou perdida por muitos anos, sendo com enorme prazer que o blog: A CHAVE DO SOL, com uma ajudona dos amigos Jani, Luiz e Paulo (ver créditos) a disponibiliza para os fãs do trabalho. No que pese toda as intempéries para que houvesse esse registro, a qualidade do bootleg está excelente.



Set-list:

00:00 - 01 - O Que Será de Todas as Crianças? (corte e solo de baixo)
06:30 - 02 - Saudade
08:40 - 03 - Um Minuto Além (completa)
15:40 - 04 - Crysis (Maya)

A CHAVE DO SOL (1986):

Rubens Gióia - Guitarra e Voz
José Luiz Dinola - Bateria
Luiz Domingues - Baixo
Roberto Cruz - Vocal



Para maiores informações e MP3 desse show, clique aqui:
http://achavedosol.blogspot.com.br/2015/10/um-minuto-alem-com-beto-nos-vocais.html

Para ler a resenha desse show, publicada na Revista Metal 22, por Antonio CM de Magalhães, clique aqui:
http://s1179.photobucket.com/user/Willba80/media/Metal22II.jpg.html

Créditos e agradecimentos.

Material resgatado nos anos noventa por Paulo Thomaz, baterista do CENTÚRIAS à época.
Digitalizado em 2006 por Luiz Domingues.
Produzido para a Internet em 2016 por Jani Santana Morales.

2 de março de 2016

Conheça a carreira completa do guitarrista Rubens Gióia!


Saudações! Continuando nosso trabalho de apresentar, cronologicamente, as biografias cruzadas do membros d' A CHAVE DO SOL, hoje é dia de abrir os arquivos pessoais do guitarrista Rubens Gióia. O maestro das seis cordas, ele foi o fundador d' A CHAVE DO SOL, seu sonho de infância, grupo que criou aos 12 anos enquanto ainda aprendia a tocar. Rubens é, portanto, o único membro que esteve em todos os shows eventos etc referentes `a A CHAVE DO SOL.



Rubens Gióia em 1985, numa foto que acabou não ilustrando o EP "Anjo Rebelde".

01 . A CHAVE DO SOL (1978-1980).

Formada por Rubens junto com Dedé Maluco (baixo) e Sílvio Sisudo (bateria) , A CHAVE DO SOL, como já foi dito foi seu sonho de adolescência e sua criação, sua obra-prima. A primeira versão da banda se formou após o músico dominar o instrumento e, infelizmente, não deixou registros. "Um sonho de infância não sai fácil da gente" e A CHAVE DO SOL voltaria algumas vezes. Para efeitos de classificação, essa primeira versão da banda é mencionado no blog como "A Chave Não Famosa".

02 . SANTA GANGUE (1980-1981).



Rubens foi membro do SANTA GANGUE, gravando o único registro do grupo, o EP "Rock 'n' Roll pra Valer". Ainda que não apareçam na foto de capa, os dois ex- A CHAVE DO SOL MK I, Gioia e o baterista Sisudo, foram quem gravou o disco e saíram juntos da banda. O grupo, claramente influenciado por THE ROLLING STONES, THE FACES e outros, infelizmente, findou após seu único registro fonográfico. Curiosamente, Charles Gavin do TITÃS, antes da fama, é quem aparece na foto do disco.

03 . MADE IN BRAZIL (1981)


Talvez pela similaridade de estilos, Rubens passou alguns meses pelo MADE IN BRAZIL , à chamado de amigos do baterista Sisudo que também compunha o SANTA GANGUE. Como foram só alguns shows, inexistem registros.

04 . A CHAVE DO SOL (1982 - 1987).


Em 1982, Rubens se juntou com Luiz Domingues e Zé Luis Dinola. O músico se considerava o pior entre os, respectivamente, baixista e baterista. Doravante, passou a "apelar a pirotecnias" como tocar com os dentes, nas costas e muitos trejeitos que faziam sucesso entre os admiradores do trabalho.

Rubens tocou em todos os registros d' A CHAVE DO SOL:

- O compacto "18 Horas / Luz", de 1984;



- O EP "Anjo Rebelde", de 1985;



- As duas demo tapes de 1986;





- O Full-lenght "The Key", de 1987.



Nesse ponto, acreditando que o grupo se tornou "mais mercadológico que artístico", o guitarrista abandonou o barco, e como o nome da conjunto era uma marca sua, A CHAVE DO SOL teve de acabar. O ponto final veio em uma reunião entre o natal de 1987 e o reveillon de 1988. Até então, o lançamento do disco metade em português e inglês, excluindo composições suas como "Saudade", "O que será de todas as crianças" em favor de "A Woman Like You", "Sweet Caroline", foi "o começo do fim".

Os membros remanescentes mudaram o nome do grupo para A CHAVE e lançaram um disco como se chamassem THE KEY.

05 . A CHAVE DO SOL (1989).


Houve de fato, a ideia de remontar o grupo ainda nos anos oitenta buscando a sonoridade do início de carreira. O baterista José Luiz Dinola havia topado, mas o Luiz Domingues declinou, por estar, justamente, na banda dissidente d ' A CHAVE DO SOL, A CHAVE. Não foram realizados ensaios e o plano foi descartado.

06 . PATRULHA DO ESPAÇO (1989-1992).

Sendo recrutado pelo amigo de longa data, e de quem era fã, o baterista Rolando Castello Júnior, Gióia se juntou ao baixista Sergio Santana. O power trio gravou algumas demos em 1990 e chegou a fazer algumas apresentação sendo a volta d' A PATRULHA DO ESPAÇO.



Todavia, uma tragédia atingiu o grupo nesse ano, que foi o falecimento precoce do baixista e vocalista Sergio Santana.

Abalados, mas sem deixar a peteca cair, A PATRULHA DO ESPAÇO foi remontada, adicionando o vocalista Percy, o baixista Rene Seabra (ambos já falecidos) e o guitarrista Xando Zupo (PEDRA, BIG BALLS). Rearranjando muitas temas antigos para a sonoridade Heavy Metal oitentista e lançando dois números, o resultado, sob produção de Paulo Zinner (GOLPE DE ESTADO,) foi o LP "Primus Inter Pares".

O disco, merecidamente, é uma homenagem ao Sergio. Infelizmente, ele só lançado oficialmente um ano após ter sido gravado.



07 . YANKEE (1992 - 1993).

Quando o empresário Aldo Ghetto ouviu o cantor André Cock e conheceu suas ideias para uma banda de Hard Rock, ele soube que tinha em mãos uma chance grande para um grupo de sucesso. Não medindo esforço, Ghetto chamou os melhores para trabalhar com o conjunto, que se chamaria YANKEE, o produtor Marcelo Sussekind, do HERVA DOCE e Rubens Gióia como colaborador.



O guitarrista arranjou todas as músicas, gravou todas as guitarras e ainda compôs alguns temas. Para os shows, a banda teria outra formação. Estava tudo certo para o estrelato, porém o vocalista André Cock, tragicamente faleceu num acidente de carro. Com a morte do lider do YANKEE, a banda nem teria como continuar.

08 . PATRULHA DO ESPAÇO (1995).



Após o fim da banda, o drummer 'n' dreamer Rolando Castello Júnior, se especializou no ramo de Workshops por todo o Brasil. Em um giro específico pelo sul do país, ele chamou conhecidos ex-patrulheiros para tirar a nave do Hangar: Percy, Cockinho (ambos já falecidos) e Rubens Gióia. O grupo ainda teve tempo de fuzuarcar no estúdio, porém, ainda que se cogitasse um álbum, somente uma nova demo de "Gata" nasceu desse trabalho. "Com a Patrulha eu toquei muito, mas gravei pouco", avaliou o guitarrista.

09 . A CHAVE DO SOL (2000 - 2012).

À partir de então, Gióia passou ao ramo do cerimonialismo, atuando na prefeitura de SP em diversos governos. Nessa atuação, Gióia já recepcionou Unctad, Família Imperial Japonesa, Senador Jesse Jackson, Fujimori e até Dalai Lama! Paralelamente `a esta carreira, o guitar-man também se tornou produtor de shows, trazendo nomes como STING, GUNS'N'ROSES e METALLICA ao Brasil.

Ainda assim, sempre havia a vontade de voltar com seu grupo A CHAVE DO SOL. A banda se reuniu para alguns shows esporádicos.

2000 - Musikaos.


Voltando com Zé Luis Dinola e Beto Birger no baixo, a banda fez somente esse apresentação na TV Cultura.

2005 - Heavy Metal Revial.
Realizado no Blackmore Rock Bar um dia depois do show do JUDAS PRIEST no Brasil 10/09, esse evento contou com as bandas VÍRUS, SALÁRIO MÍNIMO, STRESS e abertura do COMANDO NUCLEAR. A CHAVE DO SOL estava originalmente escalada para tocar, porém, o baixista Luiz Domingues estava muito atarefado com o PEDRA e o trio original acabou cancelando.

2007 - Virada Cultural / Blackmore Rock Bar.



Com o vocalista Guto Góis, Gióia fez duas apresentações com A CHAVE DO SOL em 2007. Uma numa só deles numa quarta-feira no recinto rocker na Zona Sul de São Paulo e outro no festival Virada Cultural, a segunda edição. O evento ainda tinha MADE IN BRAZIL, SERGUEI, GOLPE DE ESTADO e PATRULHA DO ESPAÇO.

2012 - Rock na Vitrine.



Realizado na Galeria Olido, próxima `a Galeria do Rock em SP, A CHAVE DO SOL voltou para um único show com Ackua (ex- KNOCK OUT) na voz, THE CROW (ex- INOX) no baixo e Pedro Maprelian na bateria.

10 . GIÓIA, SUCATA & MUSIC-MAN (2014).

Trio de Rock e Blues formado por Gióia, Babu Sucata e Cassiano Music Man para agitar as noitadas paulistanas. A banda está ativa, porém ainda não registrou suas músicas.

7 de janeiro de 2016

Vídeos ao vivo com músicas inéditas de fevereiro de 1989!


A CHAVE (Sem Sol) foi uma banda criada às pressas e que durou pouco tempo. Ainda assim, se engana quem pensa que tudo que o grupo fez é encontrado no LP "A New Revolution", registrado pelo grupo sob o nome de THE KEY. Não obstante esse registro em inglês ser mais orientado para a guitarra e a voz, os músicos trabalharam duro no período de ensaio e shows que antecederam essa bolacha, compondo músicas de estilo que são a prefeita transição dos "exageros" da antiga A CHAVE DO SOL para o que ficou imortalizado como a sonoridade da A CHAVE (Sem Sol).



Prova material incontestável dessa "primeira fase" da A CHAVE são as músicas inéditas que vêm sido resgatadas pelo esforço dos admirados do trabalho do grupo. Os três temas a seguir, a enérgica "Sweet Surrender", balada "The Wind Blows Chili and Cold" e progressiva, quase instrumental, "Open your Heart and your Soul"  (compostas por Cruz, Ribeiro e Ardanuy), foram registradas ao vivo na saudosa casa de show paulistana Dama Xoc, em 19 de fevereiro de 1989.



A captura original da época foi em fita VHS à partir da platéia, contendo portanto deficiências de áudio e vídeo. Todavia, o punch, a técnica e entrosamento da A CHAVE é inegável, demonstrando que o grupo muito tinha a oferecer. Uma pena, contudo, que ambas as canções não tenham recebido o devido tratamento de estúdio, em conjunto com as demais inéditas, em favor de outras que constituíam mais o que os críticos e gravadoras esperavam de uma banda de Hard Rock na época (o que, é claro, está longe de significar "A New Revolution" não seja um bom disco).



As filmagens foram feitas pelos guitarristas Nelson Júnior (à época roadie do Edu) e Átila Ardanuy (irmão do Edu e guitarrista do ANJOS DA NOITE), sendo do acervo pessoal do primeiro. A produção para internet foi realizada em dezembro de 2015 e janeiro de 2016 pela amiga Jani Santana Morales, a quem o blog: A CHAVE DO SOL agradece efusivamente.



A CHAVE (Sem Sol):

Beto Cruz : Vocal
Eduardo Ardanuy - Guitarra
Luiz Domingues - Baixo
José Luiz Rappoli - Bateria
Fabio Ribeiro - Teclados e Voz

12 de outubro de 2015

"Um Minuto Além" com Beto nos vocais (METAL 4).

Gravado ao vivo em show realizado no dia 03 de março de 1986 no salão de festas do Palmeiras, temos aqui uma versão inédita e rara da clássica balada do EP de 1985, só que com Beto Cruz nos vocais. O nome do evento era METAL 4 ROCK SHOW e ainda contou, nessa ordem, com SALÁRIO MÍNIMO, ABUTRE e CENTURIAS, com A CHAVE DO SOL fechando.



Faça download dessa versão aqui:
http://www.mediafire.com/download/tun8a5md8g76dvt/A-Chave-do-Sol-Um-Minuto-Alem-vivo_com_o_Beto.mp3

Material registrado por Cláudio Cruz (do HARPPIA) com masterização efetuada por Edgard "Bolívia" Rock, radialista dos programas MASSACRE SONORO e BAÚ DO ROCK; ambos podem ser ouvidos em http://www.radiorocknation.com/.



Como curiosidade, nesse show, Rubens usou uma guitarra Gibson SG Double Neck de 1966, que o vocalista Beto Cruz havia trazido dos Estados Unidos e estava querendo vender ao guitarrista; que na ocasião não podia arcar com a "nota preta" que ela custava. Além de "Um Minuto Além", o instrumento foi usado também para tocar "Crisis Maya", e segundo o próprio Rubens "foi uma luta" aprender a tocar nela, "pois os trastes são mais juntos".



A CHAVE DO SOL em 1986:

Beto Cruz - Vocal e Guitarra
Rubens Gióia - Guitarra lider
Luiz Domingues - Baixo
José Luis Dinola - bateria

Música "Um Minuto Além" composta por Fran Alves e Rubens Gióia.´



5 de outubro de 2015

Demo Tape - outubro de 1986 - FULL ALBUM

Gravado no Studio V, São Paulo, pelo técnico de som conhecido como Rui, em 16 canais e com qualidade sonora à demo anterior, esse é último trabalho d' A CHAVE DO SOL cantando 100% em português. Das seis músicas da fita,  cinco nunca foram registradas em disco, três outras foram originalmente gravadas na demo de abril de 1986 e duas canções são exclusivas desse trabalho.

"Solange" era originalmente uma canção do ZENITH e Beto gravou os solos de guitarra.



00:00 - 01 - O que será de todas as crianças?
04:13 - 02 - Saudade.
08:55 - 03 - Desilusões.
12:15 - 04 - Sun City.
16:43 - 05 - Solange.
20:45 - 06 - Trago você em meu coração.

Todas as músicas escritas por Gióia/Cruz, exceto as faixas 03 (Gióia/Domingues/Cruz) e 05 (Dé Vasconcelos/Cruz).

Baixe essa demo clicando aqui:
http://www.mediafire.com/download/cvanhneyhl5leic/A+CHAVE+DO+SOL+-+DemoTape++outubro+1986.rar

*
Rubens Gióia - Guitarra e vocal
Luiz Domingues - Baixo e vocal
José Luis Dinola - Bateria e vocal
Roberto Cruz - Vocal e guitarra


Demo-Tape - Abril de 1986 - FULL ALBUM

Gravadas em abril de 1986, as seis composições inéditas dessa  fita demo possuem todos os elementos característicos e clássicos para agradar os fãs do Hard Rock praticado pela A CHAVE DO SOL. Sua única deficiência em relação aos discos oficiais está na qualidade da gravação estar inferior a dos lp's. Essas músicas, que constituem o primeiro registro com Beto Cruz nos vocais, criam uma inegável "ponte" da transição do disco gravado com o Fran (1985) para o The Key (1987).



00:00 - 01 - Forças do Bem
04:03 - 02 - Saudade
08:52 - 03 - Solange
13:05 - 04 - O que será de todas as crianças?
17:30 - 05 - Sun City
22:11 - 06 - O Cometa

Todas as músicas escritas por Gióia/Cruz, exceto as faixas 03 (Cruz/ Dé Vasconcelos) e 06 (Gioía/Domingues/Dinola/Cruz). "Solange" é originalmente uma canção do ZENITH. Nessa gravação os solos foram feitos pelo Beto.

Baixe essa demo aqui:
http://www.mediafire.com/download/i1l3kat4m56rnup/A+Chave+do+Sol+-+Demo+abril+1986.rar


Rubens Gióia - Guitarra e vocal
Luiz Domingues - Baixo e vocal
José Luis Dinola - Bateria e vocal
Roberto Cruz - Vocal e guitarra


28 de setembro de 2015

A CHAVE (sem sol): músicas inéditas ao vivo.

Muita confusão de entendimento rolou entre os fãs d' A CHAVE DO SOL quando do fim inesperado do grupo em 17/12/1987. Tendo um disco recém-lançado em mãos para vender, compromissos firmados da banda antiga e o desejo de embarcar numa nova proposta, a solução, no calor do momento, foi criar o grupo A CHAVE. Homônimo à banda paranaense da década de 1970, essa banda queria, paradoxalmente, vender o disco "The Key" e ir se distanciando do material dele, primando por novas composições mais virtuosas e na cartilha oitentista. A CHAVE lançou um disco oficial em 1990 sob o nome THE KEY, "A New Revolution" e depois mudou de nome para a CHHAVE antes de encerrar as atividades em 1991.



Além de ser o primeiro trabalho sério dos músicos Eduardo Ardanuy, Fábio Ribeiro e Kiko Loureiro, que seriam famosos nas décadas seguintes pelos grupos DR. SIN e ANGRA, o grupo A CHAVE registrou duas fitas demo (1988 e 1991) e um LP, "A New Revolution".

As gravações apresentadas agora pelo blog: A CHAVE DO SOL não estão em nenhum dos registros citados. Esse material foi gravado por Cláudio Cruz (baixista do HARPPIA no disco "7") com masterização efetuada por Edgard "Bolívia" Rock, radialista dos programas MASSACRE SONORO e BAÚ DO ROCK, ambos podem ser ouvidos em: http://www.radiorocknation.com/

01 . Parallel Paradise.



02 . Narrathan.



03 . The Call.



As gravações acima foram feitas em 09 de agosto de 1989 no extinto Dama Xoc, São Paulo/SP, com a presença dos membros da banda thrash metal alemã DESTRUCION na platéia.


A CHAVE:

Beto Cruz (ex- ZENITH, A CHAVE DO SOL) - Voz
Luiz Domingues (ex- A CHAVE DO SOL,. LÍNGUA DE TRAPO, PATRULHA DO ESPAÇO)  - Baixo.
Edu Ardanuy (futuramente no DR SIN) - guitarra
Fábio Ribeiro (futuramente no ANGRA) - teclados
José Luiz Rapolli - Bateria.